IPSB  
 
 
Comunicado do Conselho de Administração
INFORMAÇÃO
A toda a comunidade educativa.
A quem interessar.
 
Muito se tem perguntado sobre a situação do IPSB para o próximo ano letivo (2017/2018).
Muitos pais têm pedido reuniões e enviado e-mails, expondo as suas legítimas inquietações.
Muito se tem exigido, referindo-se que a Administração tem obrigação de dar respostas (talvez aquelas que todos desejariam ouvir e o IPSB gostaria de dar).
 
Consideremos:
É do conhecimento geral a situação a que chegou o IPSB e porquê. Um ano de distância não nos pode ter feito esquecer!
Partindo de uma drástica redução de turmas em contrato de associação imposta pelo Ministério da Educação, o IPSB, tendo recebido compromissos de ajuda por parte dos pais e de outros intervenientes, iniciou o ano letivo de 2016/2017 ainda não concluído; no entanto, estamos longe da estimativa acordada e que equilibraria as contas da escola (próximo dos 50%).
Por informação do final da semana passada, sabemos que o IPSB está em condições poder abrir as turmas de 5º ano que lhe foram atribuídas no concurso de 2015, no âmbito da união de freguesias BTM.
Todavia, ainda desconhecemos o que trará o concurso para o 7º ano do Ensino Básico e para o 10º ano do Ensino Secundário, no sentido de repor as turmas que concluem o ciclo de formação.
Ainda não sabemos qual a posição do Ministério da Educação perante uma hipótese amplamente veiculada de “integração do IPSB na rede pública”; sem esta perceção, acredito que a posição da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro também não seja clara, muito embora a gestão da rede escolar concelhia muito dependa do Município, que detém um contrato de delegação de competências em matéria de educação. Cremos ser desejável um horizonte mínimo para que a escola continue a ser escola.
Há, portanto aspetos que ainda deverão ser considerados e são desconhecidos. De tudo isto e suas implicações surgirá, certamente, uma decisão responsavelmente fundamentada, por quem a tiver de tomar, seja ela qual for.
Por agora, importa cumprir o previsto para este ano, cada um no que lhe compete, para que um eventual desvio não seja mais um fator a pesar negativamente no futuro do IPSB. Continuamos, como desde o início, com determinação e vontade em manter o IPSB a funcionar como escola.
 
O Conselho de Administração
29 de maio de 2017
 

Outros serviços

Outros serviços